Dr. André Brasil Ribeiro

© 2019 - 2020 All Rigths Reserved Dr. André Brasil Ribeiro

Design by Lírio Web Digital

Contato

Envie sua mensagem. Seus dados estão seguros.

Onde Estamos

Espaço Humanize

Rua das Angélicas, 282

Pituba, Salvador-Bahia

drandrebrasilribeiro@gmail.com

+ 55 71 3351-4286

Horários da Clínica

Seg - Sex

Somente com Hora Marcada

Buscar
  • André Brasil

tRANSTORNOS DE PERSONALIDADE: BORDERLINE


Quem escuta a alegre canção "Borderline" da Madonna, talvez não entenda que a sua letra revele muito sobre quem sofre com este transtorno.


O Transtorno de Personalidade Borderline é caracterizado por um padrão generalizado de instabilidade e hipersensibilidade nos relacionamentos interpessoais, instabilidade na autoimagem, flutuações extremas de humor e impulsividade. Pacientes com borderline não toleram estar sozinhos; fazem esforços frenéticos para evitar o abandono e geram crises, como tentativas suicidas, de tal forma que levam os outros a resgatá-los e cuidar deles.


Quando os pacientes com transtorno borderline acham que estão sendo abandonados ou negligenciados, eles sentem medo intenso ou raiva. Quando alguém importante para eles está alguns minutos atrasado ou cancela um compromisso, eles pensam que esse abandono significa que eles são ruins.

Eles podem expressar sua raiva com sarcasmo cortante, amargura ou falação irritada, muitas vezes direcionada ao cuidador ou amante por negligência ou abandono. Após a explosão, eles muitas vezes sentem vergonha e culpa, reforçando seus sentimentos de que são maus. Pacientes com borderline também podem mudar abrupta e radicalmente sua autoimagem.

Eles podem ser carentes em um minuto e se sentirem justificadamente com raiva sobre serem maltratados em seguida. Eles muitas vezes sabotam a si mesmos quando estão prestes a alcançar um objetivo. Por exemplo, eles podem abandonar a escola pouco antes de graduação, ou podem arruinar um relacionamento promissor.

Em outro post abordaremos o STEPPS (Sistemas de treinamento para previsibilidade emocional e resolução de problemas) que tanto tem ajudado pacientes com borderline.


0 visualização